0 8
As informações servirão como base científica para auxiliar na tentativa de se criar um parque municipal na região, para preservar o ecossistema e biodiversidade locais.

 

Levantamento será usado para subsidiar proposta de criação de parque municipal na região de Penha. (Imagem: ICMBio)

Pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação das Tartarugas Marinhas (Tamar) estão realizando levantamento populacional de tartarugas-verdes (Chelonia mydas) na praia do Cascalho, na cidade de Penha, em Santa Catarina.

0 34
A lista de problemas apontados pelos profissionais é extensa: falta de manuais, listagens, sites e sessões técnicas no ambiente de trabalho, entre outros.

Por Ricardo Russo – Na construção civil brasileira, a madeira tem perdido espaço para diversos outros materiais – alguns até com aspecto “amadeirado”. Parte dessa ausência nos projetos desenvolvidos pelos escritórios de arquitetura está na pouca, ou total, falta de informação disponível para o mercado, conforme aponta a pesquisa “Especificação de Madeira nos Escritórios de Arquitetura”, publicada em 2015 pelo WWF-Brasil e pela Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (Asbea).  

Os números se baseiam em informações repassadas pelas indústrias e compiladas em relatório do IAP.

 Pouco mais de 90% dos resíduos gerados pelas indústrias instaladas no Paraná são reutilizados, reciclados ou recuperados. A informação é do Relatório da situação de inventário de resíduos sólidos industriais no estado do Paraná entre 2014 e 2015 realizado pelo Instituto Ambiental do Paraná.

0 30
Estudos desenvolvidos por cientistas na América do Norte e na Europa mostram que abelhas expostas ao agrotóxico neonicotinóides tem população reduzida.

As abelhas estão desaparecendo na América do Norte e na Europa em função do uso de agrotóxicos neonicotinóides, alertam estudos publicado na revista Science.

0 38
Plataforma digital pode ser usada por cidadãos do mundo inteiro para opinar sobre os temas do Fórum Mundial da Água, que acontece no Brasil em 2018.

Pessoas do mundo inteiro já podem responder, na plataforma Sua Voz, perguntas sobre temas abordados na oitava edição do Fórum Mundial da Água. O evento, considerado o maior do mundo que trata sobre recursos hí­dricos, está previsto para ocorrer em Brasí­lia (DF), de 18 a 23 de março de 2018.

0 93
A ferramenta permite que os colaboradores sejam avaliados, formando um ranking dos melhores proprietários de áreas, prestadores de serviços e patrocinadores.

Plantadores de Rios, um projeto do Ministério do Meio Ambiente, quer proteger e recuperar nascentes e áreas de preservação permanente (APP) de cursos d’água e assim contribuir com o enfrentamento a crise hí­drica que assola diversas regiões do Paí­s.

A ideia é envolver a sociedade em ações de recuperação de rios e nascentes.

0 87
Projetos socioambientais de universidades podem participar de programa na Floresta da Tijuca, morro do Corcovado, no Rio de Janeiro.

 

Floresta da Tijuca, Rio de Janeiro. (Imagem: Agência Brasil).

Instituições de pesquisa universitária podem apresentar, até o próximo dia 23 de junho de 2017, propostas para a elaboração de um diagnóstico socioambiental de quatro comunidades vizinhas do Corcovado, no Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro.

0 102
Gestão de organizações associativas, negócios sustentáveis, programas de crédito e políticas públicas são algumas das abordagens do edital.
(imagem: ICMBio)

Organizações sociais e atividades produtivas, ou econômicas sustentáveis, de comunidades beneficiárias das reservas extrativistas – Resex – federais nos estados do Maranhão, Piauí e Tocantins podem participar do edital do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade – ICMBio para o curso de capacitação em reservas extrativistas.

0 127
As inscrições podem ser feitas até dia 1º de junho. Curso começa em setembro.

 

A Torre, na Estação Científica de Uatumã. (Imagem: Minc)

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – Inpa está com inscrições abertas para o processo de seleção do curso de Mestrado Profissional em Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia. Serão oferecidas 15 vagas, das quais cinco são destinadas a candidatos de outros países que compõem a Bacia Amazônica.