Cientistas da Nasa dizem que 2016 deverá ser o ano mais quente da história

0 538
Há 11 meses consecutivos a temperatura média da Terra vem batendo recordes
Gráfico com a temperatura do planeta em setembro. (Imagem: Nasa).
Gráfico com a temperatura do planeta em setembro. (Imagem: Nasa).

Um novo recorde na temperatura do planeta. Setembro de 2016 foi o mais quente em 136 anos, segundo registros do Instituto Goddard da Nasa para Estudos Espaciais (GISS, em inglês), em Nova York (EUA), a temperatura média em setembro de 2016 foi 0,004ºC maior do que a registrada no mesmo mês em 2014, o mais quente até então. O período foi 0,91ºC mais quente que a temperatura média dos setembros entre os anos de 1951 e 1980.

Segundo os cientistas, desde outubro de 2015 a temperatura média vem estabelecendo novos recordes de temperatura, mês a mês. Em agosto a temperatura média foi 0,16°C mais alta que o agosto mais quente registrado até então, o de 2014.

Mantendo o ritmo pelos próximos meses, 2016 deverá ser o novo ano mais quente da história, superando 2015, que, por sua vez, bateu 2014.

Os cientistas alertam que não são os rankings mensais que importam, mas os números ao longo prazo.

A análise mensal é feita a partir de dados disponíveis e coletados em 6.300 estações meteorológicas em todo o mundo, com instrumentos navais e localizados em boias para a medição da temperatura da superfície do mar e estações de pesquisa da Antártida.

O registro da temperatura global moderna começou por volta de 1880.

(Fonte: UOL)

NO COMMENTS

Leave a Reply