Exposição fotográfica revela o Pantanal aos ingleses

0 562
“Essa exposição fotográfica vai servir como alerta para que todos entendam a necessidade de cuidar das águas mesmo que aparentemente elas sejam fartas”, diz Abdulaziz.
Pantanal é mostrado em exposição em Londres. (Imagem: WWF)
Pantanal é mostrado em exposição em Londres. (Imagem: WWF)

A relação do homem com a água, as belezas e os problemas ambientais do Pantanal são tema da exposição “Water Stories”, no The Scoop, em More London Riverside, em Londres.

As imagens são resultado do trabalho do premiado fotógrafo norte-americano Mustafah Abdulaziz, que esteve em outubro de 2015 no Mato Grosso para retratar o trabalho do WWF-Brasil na área das Cabeceiras do Pantanal – local onde nascem 30% das águas que alimentam a planície e a biodiversidade pantaneira e garantem o abastecimento de municípios onde vivem e trabalham pelo menos três milhões de pessoas.

Desde 2012, o WWF-Brasil trabalha na conservação e recuperação de rios e nascentes das Cabeceiras do Pantanal. Em 2015 foi lançado o Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal, iniciativa que tem por objetivo conservar mais de 700 quilômetros de rios e recuperar pelo menos 50 nascentes de uma área percorrida pelo rio Paraguai e afluentes como Sepotuba, Cabaçal e Jauru.

Em “Water Stories”, o fotógrafo retratou o trabalho realizado pela rede WWF em cinco bacias hidrográficas: do rio Paraguai (Pantanal); Yangtze, na China; Ganges, na Índia, Mekong, que percorre parte da China, Laos, Tailândia, Camboja e Vietnã; Ruaha e Mara, no Quênia e Tanzânia. Essas iniciativas, contaram com o apoio do Programa HSBC pela Água que destinou US$ 100 milhões em cinco anos. As ações devem beneficiar um milhão de pessoas ao redor do mundo.

Abdulaziz vive atualmente em Berlim, mas desde 2011 trabalha no projeto “Water”, percorrendo o planeta para retratar imagens relacionadas à conservação da água, sua importância para os seres humanos e situações de crise hídrica. Seu projeto recebe apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), WaterAid e VSCO (Empresa de tecnologia e filmes fotográficos). Em 2012 foi eleito como uma das melhores promessas da fotografia, pela revista Photo District News (PDN), e em 2015 foi o vencedor do prêmio Syngenta de melhor fotografia.

(Fonte: WWF)

NO COMMENTS

Leave a Reply