Oficinas orientam sobre Ecoforte Extrativista

0 524
Meio Ambiente ajuda entidades e técnicos a elaborar projetos de extrativismo para pleitear recursos de edital
Edital tem R$ 5 milhões para projetos extrativistas. (Imagem: Fundação Banco do Brasil).
Edital tem R$ 5 milhões para projetos extrativistas. (Imagem: Fundação Banco do Brasil).

O Ministério do Meio Ambiente – MMA está com inscrições abertas para oficinas de capacitação voltadas para organizações da sociedade civil com o objetivo de treinar gestores, técnicos e servidores para ajudar associações e cooperativas extrativistas na elaboração de projetos que buscam recursos do edital Ecoforte Extrativismo.

Aberto até 4 de julho, esse edital disponibilizará R$ 8 milhões em recursos da Fundação Banco do Brasil e do Fundo Amazônia.

Durante as oficinas, os participantes poderão tirar dúvidas e receber orientações sobre o processo seletivo e o preenchimento do plano de trabalho.

A outra iniciativa do MMA, também voltada ao edital, é a contratação de três consultores, em parceria com a Cooperação Técnica Alemã GIZ. Os consultores ficarão à disposição das associações, durante vigência do edital, para tirar dúvidas e avaliarem a documentação a ser apresentada e se os projetos estão de acordo com edital. As consultas podem ser feitas via o email bolsaverde@mma.gov.br ou pelo telefone: 0800 707 2003. Vale ressaltar que essa consultoria é aberta para todas as associações que desejarem se candidatar ao edital, independente da participação nas oficinas.

O edital

Serão disponibilizados pelo edital Ecoforte Extrativismo, lançado no dia 4 de abril, R$ 8 milhões em investimento para a inclusão socioprodutiva de comunidades extrativistas do bioma Amazônia. O objetivo é apoiar projetos voltados à estruturação de empreendimentos econômicos coletivos, seja nas etapas de produção, beneficiamento ou comercialização de produtos oriundos do uso sustentável da sociobiodiversidade. Para participar, as entidades devem existir legalmente há dois anos, no mínimo, e apresentar uma proposta de até R$ 600 mil.

Os recursos serão liberados por meio da Fundação Banco do Brasil e do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O Ministério do Meio Ambiente colaborou na elaboração do edital e está mobilizado para divulgar essa oportunidade junto às associações comunitárias. Tal iniciativa está inserida no âmbito do Programa Bolsa Verde.

(Fonte: MMA)

NO COMMENTS

Leave a Reply