Qualidade da água é crítica na maioria dos rios e lagos do Brasil

    0 672
    Compartilhe Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone
    Monitoramento divulgado pela SOS Mata Atlântica no Dia da Água revela a necessidade urgente da implantação de sistemas de saneamento nas cidades brasileiras para melhorar a qualidade da água dos rios, córregos e lagos
    Fundação SOS Mata Atlântica monitora a qualidade dos rios em 11 estados brasileiros. (Imagem: SOSMA).
    Fundação SOS Mata Atlântica monitora a qualidade dos rios em 11 estados brasileiros. (Imagem: SOSMA).

    No Dia Mundial da Água não há muito a comemorar. Apesar de todas as manifestações, projetos e boa vontade em tornar os rios, lagoas e lagos mais limpos, a qualidade da água encontrada deixa a desejar.

    Segundo o monitoramento da qualidade da água realizado pela Fundação SOS Mata Atlântica em 183 rios, córregos e lagos de 11 Estados brasileiros e do Distrito Federal, não mudou  nada de 2014 para 2015. Pelo contrário, em alguns pontos de coleta estão até piores.

    O relatório da Fundação mostra que 36,3% dos pontos de coleta analisados apresentam qualidade ruim ou péssima. Apenas 13 pontos foram avaliados com qualidade de água boa (4,5%) e outros 59,2% estão em situação regular, o que significa um estado de alerta. Nenhum dos pontos analisados foi avaliado como ótimo.

    A análise comparou os indicadores de qualidade da água do período de março de 2014 a fevereiro de 2015, quando as regiões Nordeste e Sudeste enfrentaram uma grave estiagem, com os dados de março de 2015 a fevereiro de 2016. Em 125 pontos de coleta monitorados notou-se uma tendência de comprometimento da qualidade da água, com leve piora nos indicadores.

    Cerca da metade dos rios analisados nos dois levantamentos seguem indisponíveis para uso por apresentarem qualidade ruim e péssima. O porcentual de pontos em estado de alerta, com condições regulares, caiu de 52% para 47,2%, com aumento dos pontos com qualidade ruim de 41,6% para 47,2% e apenas 3,2% dos rios seguem apresentando qualidade de água boa.

    A lista completa de rios e pontos avaliados está disponível no link http://bit.ly/agua2016.

    (Fonte: SOS Mata Atlântica)

    Compartilhe Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

    NO COMMENTS

    Leave a Reply