Startup americana cria tijolo de plástico

Compartilhe Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone
Tecnologia promete contribuir para retirar dos oceanos e reaproveitar toneladas de plásticos descartadas pela civilização
O plástico pode ser moldado em vários formatos de tijolos que se encaixam uns nos outros. (Imagem: divulgação).
O plástico pode ser moldado em vários formatos de tijolos que se encaixam uns nos outros. (Imagem: divulgação).

Reciclar e reaproveitar materiais descartados são formas de contribuição para aliviar a pressão humana sobre o meio ambiente. No que se refere ao plástico, retirar da natureza o que é descartado incorretamente também significa salvar vidas.

A ideia surgiu na startup americana ByFusion e promete retirar e reaproveitar o plástico encontrado nos oceanos. A tecnologia promete criar um tijolo ecológico reciclando o plástico retirado dos mares.

A tecnologia foi criada pelo inventor e engenheiro neozelandês Peter Lewis. Seu processo envolve uma plataforma modular que comprime os restos de plástico em blocos duráveis de várias formas e densidades, com base nas configurações personalizadas para serem encaixados como blocos de Lego.

O tijolo plástico reciclado se chama Replast, e seu sistema de fabricação é portátil pois vem dentro de um container e pode ser transportado por caminhão e navio para qualquer lugar do mundo, e foi projetado para rodar com gás ou elétrico, e não precisa que o plástico seja classificado ou lavado.

A ByFusion descreve o tijolo como um processo de fabricação sem emissões de CO2 e não-tóxico, e diz que os tijolos podem ajudar a melhorar a sustentabilidade de projetos de construção e contribuir para a certificação LEED. Até agora, os blocos de plástico reciclado foram concebidos para serem utilizados em paredes e barreiras de estrada, mas a empresa está aberta a personalização do material de construção para uso em outros tipos de projetos como casas e edifícios.

Não necessitando de cola ou adesivos, os tijolos ecológicos poderiam representar a próxima onda de construção sustentável, uma vez que são totalmente reciclados a partir de resíduos de plástico recolhidos (sem discriminação para o tipo de plástico) e têm emissões de CO2 95% mais baixos do que os blocos de concreto tradicional.

(Fonte: ByFusion)

Compartilhe Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

NO COMMENTS

Leave a Reply