desenvolvimento sustentável

0 737
Projeto de Lei, criação coletiva, foi derrubado na Câmara dos Deputados
Praia Mole, Florianópolis. (Imagem Secretaria de Turismo SC)
Praia Mole, Florianópolis. (Imagem Secretaria de Turismo SC)

A ideia era integrar governo, sociedade civil e cientistas, na tentativa de propor mecanismos que possam promover o uso dos recursos marinhos e costeiros aliados à conservação da biodiversidade.

Essa era a proposta do deputado Sarney Filho (PV-MA) e foi apresentado na Câmara dos Deputados em dezembro de 2013 que abraçou o texto proposto por mais de 100 especialistas e que ficou conhecido como Lei do Mar (Projeto de Lei 6.969/2013). A criação coletiva garantiu que o texto não se baseasse apenas em princípios de conservação ambiental, mas que trouxesse também elementos e ferramentas inovadoras, como o planejamento espacial marinho, que considera as aptidões naturais das regiões e busca compatibilizar os diversos usos, inclusive econômico, do mar.

0 858
Muito estudadas mas pouco aproveitadas, as fontes alternativas de energia são capazes de substituir boa parte da dependência do petróleo

biodiesel

Energia biológica

São energias que se originam da biomassa ou de microrganismo, a biomassa são fontes de extração de energia (cana, eucalipto etc.).

O uso desse tipo de energia será uma tendência mundial, a energia de origem orgânica é baseada na biotecnologia.

0 1134
Aluna da escola municipal de Santa Marta, em São Leopoldo, envolvida com a preservação ambiental em seu bairro, ganhou de presente uma viagem à Universidade de Michigan
Ana Carolina foi aos EUA por conta de seu envolvimento com o meio ambiente. (Foto: Félix Zucco / Agencia RBS)
Ana Carolina foi aos EUA por conta de seu envolvimento com o meio ambiente. (Foto: Félix Zucco / Agencia RBS)

Um projeto de educação ambiental que uniu a comunidade do bairro Santa Marta, antes reconhecida apenas como região violenta da cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, proporcionou à Ana Carolina de Azevedo, estudante de 15 anos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Marta, uma viagem aos EUA.

0 1919
A educação para o desenvolvimento sustentável permite a todo ser humano adquirir conhecimento, habilidades, atitudes e valores necessários para formar um futuro sustentável.

 

Imagem: UNESCO/Nelson Muchagata
Imagem: UNESCO/Nelson Muchagata

A Assembléia Geral das Nações Unidas a proclamou a Década Internacional da Educação para o Desenvolvimento Sustentável para o período 2005-2014. A proposta foi aprovada em dezembro de 2002, durante sua 57ª Sessão. A UNESCO estabeleceu padrões de qualidade para a educação voltada para o desenvolvimento sustentável. Seu principal objetivo é o de integrar os princípios, os valores e as práticas do desenvolvimento sustentável a todos os aspectos da educação e da aprendizagem. Mas, o que mudou na última década?

0 1232
É fundamental envolver a formação de cidadãos conscientes e comprometidos com um desenvolvimento mais sustentável. E isso passa pela educação.
Governantes das nações do mundo reunidos na conferência da ONU.
Governantes das nações do mundo reunidos na conferência da ONU.

A Rio+20, a Conferências das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável, em 2012, reuniu representantes do mundo todo, no Brasil, para discutir soluções para problemas como a emissão de gases poluentes, o desmatamento, a carência de água potável e o descarte de lixo.

Ambientalistas militantes alertaram que seria fundamental envolver a formação de cidadãos conscientes e comprometidos com um desenvolvimento mais sustentável. Indicaram também como fundamental, a inclusão no sistema de ensino dos temas discutidos, para que a cultura adquirisse base para, no futuro, encontrar qualidade de vida.

0 1893
Entenda as diferenças entre gestão e planejamento urbano

gestaourbana

O processo de desenvolvimento sustentado precisa ser entendido como um caminho para a qualidade vida. Assim sendo, em se falando de cidades, passa necessariamente pelo planejamento e pela gestão do espaço urbano.

Mas afinal, o que é planejamento urbano e o que é gestão urbana?

Planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro. Trata-se de um processo cíclico e prático das determinações do plano, garantindo continuidade, realimentação de informações, propostas, resultados e soluções. O planejamento precisa ser dinâmico, multidisciplinar e interativo.

Gestão urbana por sua vez, é a administração ou governança, é a pratica e a ação do planejamento, na ciência administrativa, relaciona-se com o conjunto de recursos e a aplicação de atividades destinadas ao ato de gerir.

Deriva do latim gestio, gestionis, de gerere (dirigir, administrar), significando a administração ou gerência de algo.

 

    0 978
    Carvão, gás e óleo. Estas ainda são as maiores fontes de energia que movem a civilização.

    energia_solar_5501

    Por Larissa Veloso – Quem aperta o interruptor da luz da sala quando chega em casa geralmente não faz ideia de como a energia foi parar ali. Tudo que sabemos é que sem a eletricidade não haveria vida moderna. Praticamente todos os itens que garantem conforto e sobrevivência hoje precisam de energia elétrica para funcionar ou serem fabricados.

    O modo como produzimos essa energia, porém, está se tornando cada vez mais crucial. Isso porque a vasta maioria da eletricidade gerada no mundo provém de combustíveis fósseis como o carvão, o gás natural e o petróleo, que emitem grandes quantidades de CO2, o poluente gás carbônico, conhecido por agravar o efeito estufa que está elevando a temperatura do planeta.

    0 1991
    Sustentabilidade é um conceito que está relacionado diretamente com a forma de intervenção do homem no meio ambiente

    sustentabilidade

    Por Mary Lúcia Andrade Correia – Muito se tem falado em sustentabilidade ambiental, mas como alcançá-la? De que forma podemos trabalhar ou desenvolver nossas atividades no dia a dia com sustentabilidade? O termo sustentabilidade pode ser aplicado em vários setores, tais como: empreendimentos da construção civil, consumo, setor automobilístico, vestuário, agricultura, indústria, transportes, educação etc. Neste sentido, a busca de novas tecnologias e estratégias na tentativa da harmonização de políticas públicas, sociais, econômicas e ambientais tem sido uma preocupação no desenvolvimento sustentável.