educação

Três quartos dos recifes de corais do mundo estão sob risco. Foto: pixabay/marcelokato (CC)

O braço da ONU para o meio ambiente identificou algumas ameaças que precisam da atenção dos governos do mundo e dos cidadãos preocupados com o equilíbrio ambiental. Entre elas, estão os danos provocados nos recifes de corais, a poluição por plástico dos mares e oceanos e a extinção dos grandes felinos. Confira :

  1. Recifes de coral

Com três quartos dos recifes de corais do mundo já sob risco — devido a ameaças que vão desde espécies invasivas à acidificação do oceano e poluição por protetores solares — a hora da ação é agora. A Iniciativa Internacional para os Recifes de Coral escolheu 2018 como o Ano Internacional dos Recifes de Coral. As ações já começaram em Fiji, com o anúncio governamental de importantes locais de preservação. A ONU Meio Ambiente já começou uma análise detalhada da situação dos recifes de coral no Pacífico. Aguarde mais notícias e ações sobre o tema durante o ano.

  1. Poluição por plástico

Com base no impulso gerado pela Assembleia Ambiental da ONU do ano passado, um grande foco será dado este ano no sentido de combater a poluição por plástico — eliminando as sacolas descartáveis, banindo os microbeads (micropartículas de plásticos) nos cosméticos e promovendo o uso de alternativas sustentáveis. A expectativa é de que haja mais notícias e importantes anúncios sobre este tema, incluindo de companhias multinacionais, em 2018.

  1. Meio ambiente e migração

Em dezembro, a comunidade internacional irá se reunir nos Marrocos para tentar fechar um novo pacto para migrantes e refugiados. As mudanças climáticas e a degradação ambiental já foram oficialmente reconhecidas como impulsionadores da migração — um fato que, corroborado pelos desastres relacionados ao clima, continuam a gerar manchetes na imprensa.

  1. Cidades e mudanças climáticas

Um importante tema de 2018 será como as cidades do mundo podem liderar a redução da emissão de gases do efeito estufa e desenvolver formas inovadoras de se adaptar às mudanças climáticas. Momentos importantes nessa frente será a Conferência de Cidades Resilientes que ocorre em abril em Bonn, na Alemanha, e a Cúpula de Ação Global para o Clima, que será realizada em setembro em São Francisco, nos Estados Unidos.

  1. Grandes felinos

No último século, o mundo perdeu 95% de sua população de tigres. Em apenas 20 anos, a população de leões na África caiu mais de 40%. Leopardos da neve, onças e espécies similares também estão em perigo devido à perda de seus habitats, à caça e outros tipos de ameaças. Em 2018, a expectativa é de que haja novas iniciativas para proteger os grandes felinos do mundo.

0 196

 

Guaxupé Sustentável é o boletim com informações ambientais para a qualidade de vida que o jornalista Marcos Scotti e o Ineam estão produzindo para a Rádio Comunitária de Guaxupé (MG) – 87 FM.

A parceria entre o Ineam e o programa Comunitária News acontece todos os sábados, a partir das 10 horas. O boletim leva à comunidade informações, dicas sobre alimentação saudável e qualidade de vida e conscientiza sobre a necessidade da educação ambiental como caminho para o equilíbrio e a qualidade de vida.

O programa da 87FM pode ser acessado pelo endereço  http://www.87fm.com.br/nea-nucleo-de-educacao-ambiental/ ou na página da rádio no facebook.

0 568
Iniciativa do Instituto Alana e da organização Ashoka, o programa Escolas Transformadoras promove o intercâmbio entre instituições que promovem competências transformadoras.

logoescolastrasnformadoras

Uma escola existe não apenas para ensinar o “be-a-bá” ao aluno. A escola existe para formar agentes de transformação social e inseri-los no mundo com a perspectiva transformadora da realidade.

0 577
EA na Escola vai contribuir com a formação de uma nova cultura socioambiental no país

logoeanaescola-l

Está no ar um novo canal que vai contribuir com a formação da consciência ambiental no país. Trata-se do EA na Escola, um programa para gerar conteúdo e transmitir informação ao cidadão, professores e acadêmicos que buscam qualidade de vida e desenvolvimento sustentável.

Criado pelo Instituto Nacional de Educação Ambiental, o EA na Escola está disponível no portal ineam.com.br. A ideia é fomentar discussões, orientar e transmitir conhecimento e práticas que possam contribuir com a formação de uma consciência socioambiental capaz de mudar atitudes e contribuir com a evolução da cultura do cidadão brasileiro. O portal serve ainda de plataforma para projetos, programas e idéias que envolvam teorias e práticas relacionadas à questão ambiental.

O programa de estréia traz uma aula sobre a Araucária angustifolia, uma entrevista esclarecedora com o professor Flavio Zanette, pesquisador da UFPR que há 30 anos estuda o pinheiro do Paraná.