vida saudável

Equilíbrio ambiental é responsável pela redução de mosquitos transmissores de doenças em São Paulo.

sapo

A natureza mostra o problema e dá a solução. É assim que funciona no meio ambiente.

O desequilíbrio que o desenvolvimento trouxe e o abismo econômico entre os mais ricos e os mais pobres contribuem com a proliferação de agentes transmissores de doenças, entre eles os mosquitos.

Dengue, chikungunha, febre amarela, entre outras, todas doenças transmitidas por mosquitos, tiram a tranquilidade e provocam medo. Afinal, a quantidade de mosquitos e focos das doenças, só faz aumentar. E aumentam por que o descaso com o meio ambiente é rotina: lixo jogado fora de qualquer jeito, saneamento inexistente, rios poluídos e predadores naturais eliminados.

Em São Paulo, a comunidade que vive nas vizinhanças da Praça da Nascente (Praça Romero Pompeia), na Pompeia, entendeu isso e se uniu para dar uma mãozinha ao equilíbrio ambiental.

Tese de doutorado mostra que o turismo em unidades de conservação contribui com o PIB e traz benefícios para a natureza e comunidades.

 

Pico Paraná, o ponto mais alto do estado, com 1.877,39 metros. (Imagem: Fazenda Pico Paraná).
Pico Paraná, o ponto mais alto do estado, com 1.877,39 metros. (Imagem: Fazenda Pico Paraná).

O turismo em unidades de conservação (UCs) movimenta aproximadamente R$ 4 bilhões por ano, gera 43 mil empregos e agrega R$ 1,5 bilhão ao Produto Interno Bruto (PIB). As informações são da tese

de doutorado em Ecologia de Thiago Beraldo, analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

0 236
Rico em antioxidantes, a fruta, que pode ser encontrada nas ruas de algumas cidades, é conhecida por proteger o corpo contra o câncer e outras doenças crônicas.
Encontrado também nos jardins e ruas de algumas cidades, o pêssego é benéfico para a saúde. (Imagem: MS).
Encontrado também nos jardins e ruas de algumas cidades, o pêssego é benéfico para a saúde. (Imagem: MS).

Uma fruta que já era cultivada há 2.000 a.C. e apreciada por reis e imperadores da China, Grécia e Pérsia que chegou aos nossos dias como uma fonte rica em vitaminas, capaz de contribuir para o equilíbrio da saúde.

Esse é o pêssego, fruto do pessegueiro, introduzido no Brasil por volta de 1532 por Martim Afonso de Sousa, que trouxe mudas da ilha da Madeira e as plantou na capitânia de São Vicente.

0 247
O consumo das frutas e do chá de amoreiras contribui para fortalecer o sistema imunológico e reduzir o colesterol.
Amora: deliciosa na geleia e boa pra saúde.
Amora: deliciosa na geleia e boa pra saúde.

Uma planta com frutos saborosos e folhas casca e raízes com potencial curativo.

Da amoreira-silvestre, tudo se aproveita. Os frutos se transformam em deliciosa geleia. As folhas, ricas em Vitamina C, são usadas para fazer chá. A casca e as raízes são usadas na forma de infusão.

Suas propriedades curativas são usadas contra diarreias, gastrites, hemorroidas, inflamação intestinal e na boca e para tratar amigdalite. O consumo das frutas e do chá contribui para fortalecer o sistema imunológico e reduzir o colesterol.

0 262
Pesquisa desenvolvida na USP mostra que ações sustentáveis e educação socioambiental contribuem para melhorar a saúde da população e o meio ambiente.

usp-saocarlos

As ações humanas decorrentes da ocupação urbana desordenada e de processos industriais têm alto potencial de degradação da saúde pública e do meio ambiente. Felizmente é possível alterar esse quadro por meio de ações sustentáveis e da educação socioambiental nos diversos níveis da sociedade.

0 298
A ideia é desafogar o trânsito e melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos que moram na capital paulista.
Ciclovia em São Paulo. (Imagem: Agência Brasil).
Ciclovia em São Paulo. (Imagem: Agência Brasil).

A partir do dia 1º de janeiro de 2017, quem usar a bicicleta como meio de transporte na cidade de São Paulo poderá trocar suas pedaladas por créditos.

O programa Bike SP nasce do Projeto de Lei 147/2016, aprovado recentemente pelo Executivo municipal. O crédito será pago através do Bilhete Modalidade (uma expansão do Bilhete Único), utilizado na cidade no transporte público.

O foco é desafogar o sistema de transporte público, hoje totalmente saturado, e diminuir o número de carros nas ruas, melhorando a mobilidade urbana. A estimativa é de que pelo menos 20% dos moradores da cidade abracem essa ideia.

O projeto funcionará de maneira objetiva: cada viagem de bicicleta valerá R$ 1,91 – valor que a prefeitura deixará de pagar às empresas de São Paulo por usuário – e o crédito poderá ser usado no Bilhete Único mensal, em serviços, para o pagamento de serviços públicos ou até para a compra de uma bicicleta nova. As maiores informações sobre como o monitoramento será realizado serão apresentadas em até 90 dias.

0 328
Em busca de alternativas para reduzir o lixo descartado pelo consumismo, eles descobriram uma proteína do leite que pode ser usada na produção de um filme comestível e biodegradável.
filmes em diversos sabores produzidos na Embrapa. (Imagem: divulgação).
filmes em diversos sabores produzidos na Embrapa. (Imagem: divulgação).

Aquele plástico que embala a carne, o presunto e o queijo, conhecido como filme, está com os dias contados, se depender dos pesquisadores da Embrapa e do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos – USDA. Ele poderá ser incorporado na alimentação.

0 288
O Instituto Nacional de Educação Ambiental já publicou no portal um estudo da Nasa, iniciado em 1989, recomendando algumas plantas que podem cumprir a missão de purificar o ar em um ambiente fechado. Falamos de quatro delas. Hoje vamos aumentar essa lista.
Lírio da paz.
Lírio da paz.

O ar que respiramos não é puro, principalmente no ambiente urbano. Ele vem carregado de substâncias exaladas quer pela reação química de produtos utilizados, por exemplo, na limpeza da casa, quer pela decomposição de materiais descartados.

0 560
As águas de São Lourenço, em Minas Gerais, são procuradas por milhares de turistas que buscam uma vida saudável.
Pilares de São Lourenço Processo de desobstrução e energização através  de três processos em granito: 1 – Captar a energia do cosmo e direcioná-la para o interior da terra (Parque II) 2 – Captar a energia do interior da terra e direcioná-la para o cosmo (Fonte Oriente) 3 – Canalizar as duas energias para manter o equilíbrio da região (Monjolo) (Imagem: M.Scotti).
Pilares de São Lourenço
Processo de desobstrução e energização através de três processos em granito:
1 – Captar a energia do cosmo e direcioná-la para o interior da terra (Parque II)
2 – Captar a energia do interior da terra e direcioná-la para o cosmo (Fonte Oriente)
3 – Canalizar as duas energias para manter o equilíbrio da região (Monjolo)
(Imagem: M.Scotti).

 

Por Marcos Scotti – Há lugares no Brasil onde vida saudável é sinônimo de gente feliz. São Lourenço, a 393 quilômetros de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é um destes lugares.

É difícil resumir o que é esta cidade mineira que faz parte do Circuito das Águas, mas, ao abrir a varanda de uma pousada no alto da colina ou a janela de casa no entardecer e ver uma paisagem de montes, montanhas, matas ainda preservadas e uma cidade esparramada entre o que sobrou da mata atlântica mineira, se começa a entender um pouco mais do que é viver com paz e tranquilidade, do jeito mineiro de ser.

Sossegado, quieto, hospitaleiro, de bem com a vida e com a natureza. É contagiante. Em pouco tempo você acaba se sentindo mineiro também.

Quem vai a São Lourenço encontra uma cidade que cresceu em torno de fontes hidrominerais, que deram sustentabilidade econômica ao município e o fizeram destino do turismo saudável.

A cidade das águas é particularmente procurada pela terceira idade, às centenas, em função das propriedades terapêuticas das fontes que brotam na região. E não são poucas. O Parque das Águas – cartão de visitas da cidade -, projetado, construído e administrado por uma empresa do ramo alimentício, por força de um compromisso assumido entre a empresa e a população e administração pública, quando a companhia comprou a marca de água envasada “São Lourenço” e se instalou na cidade, recebe diariamente centenas de pessoas em busca de saúde.

Águas sulfurosas, alcalinas, ferruginosas, cada qual indicada para um determinado fim (veja lista das indicações), além dos banhos e massagens terapêuticos que, ali mesmo no parque podem ser desfrutados, fazem de São Lourenço um paraíso.

Principal pólo comercial do circuito (são dez as cidades mineiras que fazem parte do Circuito das Águas, onde está a maior concentração de águas minerais do Planeta), São Lourenço tem o segundo maior parque hoteleiro do estado.

Do jeito mineiro
sao-lourenco-2a
Os saguis andam soltos no Parque das Águas, em São Lourenço. (Imagem: M.Scotti).

Mas a cidade não tem só água e excelentes pousadas e hotéis para se hospedar. A incomparável comida mineira, passeios a cavalo nas fazendas, a boa prosa, trilhas ecológicas e até vôo de balão, fazem dessa cidade um lugar para se voltar sempre.

No trem, puxado por uma locomotiva de 1928, um passeio que leva o visitante a uma viagem que serpenteia entre a Mata Atlântica e o Rio Verde, o principal curso d’água da região.

São Lourenço, entre os montes de Minas. (Imagem: M.Scotti)
São Lourenço, entre os montes de Minas. (Imagem: M.Scotti)

É bem verdade que turista aqui, quando próximo aos pontos mais visitados da cidade, esbarra com um prestativo “charreteiro”, o que, aliás, é um dos charmes de São Lourenço. É de lei: passear de charrete pela cidade é como relembrar os tempos passados. De charrete se é conduzido aos principais pontos turísticos da cidade – a antiga estação de trem, o teleférico, a cidade dos doces, onde foram gravadas locações da novela “Chocolate com Pimenta” e as principais ruas, ainda calçadas com nostálgicos paralelepípedos.

Para que finalidade é usada a água
  • Águas Carbonatadas: Indicadas na dispepsia, gastrites, úlceras gastroduodenais, hepatites, diabetes e moléstias da nutrição.
  • Águas Cabogasosas: Apropriadas no combate a moléstias dos rins, do fígado, cálculo renal e vesicular além de serem diuréticas.
  • Águas Bicarbonatadas Mistas: Podem tratar moléstias gastrointestinais,
    hepatite, dispepsia e mólestias renais.
  • Águas Iodadas: Indicadas nas arteriosclerose, reumatismo, insuficiência tireoidiana, bócio e mólestias do fígado e do rins.
  • Águas Sulfurosas: Apropriadas para as moléstias alérgicas, eczemas, artrites e reumatismo
  • Águas Ferruginosas: Podem tratar anemias ferroprivas e estimular o metabolismo.
  • Águas Cloretadas: Indicadas nas moléstias gastrointestinais, gastrites, pancreatites, hepatites e moléstias renais.
  • Águas Bicarbonatadas Cloretadas: Apropriada para tratar moléstias gastrointestinais, gastrites, pancreatites, hepatites e moléstias renais.
  • Àguas Bicarbonatadas Cloro-sulfatadas: Podem tratar moléstias do aparelho digestivo, de nutrição, artritismo e eczemas por conterem bicarbonato, cloretos e sulfatos alcalinos.
  • Águas Sufurosas Bicarbonatadas: Indicadas para moléstias de pele, nas afecções reumáticas de fundo alérgico e atua como estimulante das funções gastrointestinais.
  • Águas Sulfurosas-bicarbonatadas e Sulfatadas: Indicadas no combate ao artritismo, gastrite e moléstias de pele, por serem bastante alcalinas.
  • Águas Sulfurosas-bicarbonatadas e Cloro-sulfatadas: Podem tratar pacientes com reumatismo crônico, dispepsias, afecções hepáticas e atuar como estimulante do metabolismo.
  • Águas Ferruginosas-bicarbonatadas: Indicadas no tratamento de anemias ferroprivas.

0 362
O organismo humano é perfeito. Todos os seus órgãos trabalham em harmonia e suprem suas próprias necessidades de fazer com que o corpo e a mente tenham plenas condições de desenvolvimento.
(Banco de Imagens).
(Banco de Imagens).

O câncer é a degeneração de uma célula, qualquer célula.

Pesquisas médicas mostram que existem pelo menos 1.500 doenças degenerativas conhecidas para as quais não existe tratamento e muito menos cura, todas chamadas de câncer. A maioria dessas doenças é causada pelo consumo ou exposição a produtos estranhos ao organismo e age na destruição das células causando o desequilíbrio do organismo. Quanto mais tempo o organismo permanecer em desequilíbrio, mais difícil é o tratamento.